September 23, 2015

A- A A+


Quem já conhece the ‘Banoffee’ nem imagina a history que existe por trás desta delicious pie…  Tudo começou com o chef de cozinha Russell Blum tentando fazer sua receita BCT Pie (‘Blum’s Coffee Toffee’ Pie) dar certo. A base da receita de Blum era o Toffee (ou seja, o ‘caramel’). Para fazer o toffee, Blum misturava sugar, butter and cream. Mas, para seu desespero, era very difficult acertar o ponto do Toffee e a receita raramente dava certo. O Toffee (ou seja, o ‘caramel’) ficava mole feito um pudim – ou duro a ponto de quebrar os dentes.

Blum tinha um assistant. His name was Ian Dowding, e ele havia acabado de se formar. Sem muita experience and very young, ele prestava attention a tudo o que Blum fazia. E sofria junto quando Blum reclamava, desesperado, que o Toffee havia dado errado again. Mas, no início dos 1970s, Ian Dowding se despediu de Blum para se tornar chef principal em um restaurant called ‘The Hungry Monk’. Era o início da ‘food revolution’ e o público queria extrapolar tudo o que fosse traditional; por isso Ian Dowding começou a invent and reinvent as receitas mais traditional que conhecia, incluindo as que aprendera com seu ex-boss Russell Blum.

Um belo dia, enquanto Ian Dowding conversava com his sister, ela comentou que havia fervido uma can de condensed milk (tipo ‘Leite Moça’, a marca registrada de condensed milk mais famous in Brazil). Quando ela abriu a can, viu que o condensed milk se transformara em um toffee (ou seja, um ‘caramel’) bem macio e firme. Imediatamente Ian Dowding entendeu: este era o ponto certo do toffee! Ele decidiu ressuscitar a receita da BCT Pie, desta vez substituindo a mistura do antigo toffee que nunca dava certo pelo new toffee que aprendeu com his sister.

Mas o dono do restaurant em que Dowding trabalhava, Nigel Mackenzie, era muito exigente. Ele disse que ainda faltava algo, um ‘special touch’. Os dois foram experimenting : misturaram apples, depois mandarin oranges até que Nigel sugeriu bananas. Foi nesta hora que os dois se olharam seriously: eles haviam acertado. Agora só faltava o name.

‘Banana, coffee, toffee pie’ descrevia todos os ingredients mas era um name bem wishy-washy. Eles queriam algo mais modern. Foi aí que Mackenzie veio com ‘Banoffee’, uma fusão de BANana com coFFEE e toFFEE. Bingo! Nasceu a pie mais famosa de todos os tempos. O que seria uma receita ‘temporary’ nunca mais saiu do menu daquele restaurant: os clientes faziam fila para comer a Banoffee.

The dispute sobre a origem da Banoffee nunca termina: os Americans dizem que ela é North American (pois Russell Blum era from the USA); já os British dizem que ela é from The United Kingdom, pois foram os British Nigel Mackenzie and Ian Dowding que deram o pulo-do-gato. O que ninguém questiona é que esta pie se espalhou por todo o world e é adorada em different countries até os dias de today.

(Este article é uma homenagem à family da Enjoy Student Eduarda Sens and todo o group que estava presente na aula de Friday (Duda, Sara, Ju Olinger, Maria Eduarda and Neto). A family da Duda trouxe uma Banoffee pie à class e despertou our curiosity sobre its origin).

Saiba mais sobre as origins da Banoffee at: 

– http://iandowding.co.uk/the-completely-true-and-utter-story-of-banoffi-pie/
– http://lostrecipesfound.com/recipe/banoffee-banana-toffee-coffee-pie/
– https://en.wikipedia.org/wiki/Banoffee_pie

rubber-duck Thank you very much meus queridos! Quack

FONTE DAS IMAGENS:
http://iandowding.co.uk/wp2/wp-content/uploads/2014/04/ian-4.jpg
http://www.settenews.it/images/RICETTE/Banoffee%20Pie.jpg
http://maisresenha.com.br/wp-content/uploads/2015/04/docedeleie-620×400.jpg

Recent Posts